quarta-feira, 21 de abril de 2010

For Those About to Rock, We Salute You - Pt. II

A data do show era 07/04 (sim aconteceu há um tempo já)

Empolgado com a chance de poder ir ao show, procurei me informar do local e do preço. A apresentação seria realizada num teatro daqui, e o preço era de 35 reais.

Sabia que seria dia 7, porem nem procurei saber que dia da semana era... quando fui ver, seria em plena quarta-feira, iniciando as 20 horas com a banda de abertura Panndora. Fodeu, pensei comigo, estudo de noite, ao menos, naquela semana não tinha nada de 'importante' na faculdade.

Uma semana antes do show, eu e meu grupo deveríamos apresentar um trabalho sobre experiencia estética, poréééém, no dia da apresentação o Reitor Charles Bronson(provavelmente poucos de vocês sabem que é o charles bronson, mas o reitor é cara dele) resolveu dar uma palestra sobre como todos nós somos burros e incompetentes perto dele, e como o Brasil é um lixo em comparado os outros paises. Trabalho adiado para o dia 07/04.

A coisa tava tensa, eu estava realmente triste com isso, haha, provavelmente não iria mais ao show.

Sou bem careta, não gosto de matar aula, ainda mais com trabalho pra aprensetar haha.
Chegou o dia 07/04, eu indo pra faculdade... apresentar o semináriozinho de história da arte. A aprensetação deveria conter recursos audio visuais, como power point, videos e bláblá, a parte falada, óbvio, e no fim questões elaboradas pelo grupo para a sala responder.

Pelo menos ocorreu tudo bem no seminário, estavamos quase no fim da apresentação, eram as partes das perguntas, quando uma amiga, do nosso grupo, disse pra irmos para o show que essa parte seria com ela.

*_*
Rompendo as barreiras psicológicas de matar aula, eu e mais dois amigos seguimos para fora da faculdade, afinal era um motivo nobre, uma causa maior. (riariar!)


Chegamos ao teatro, perdemos uma boa parte da banda de abertura, mas não era problema, ficamos sentados assistindo ao show delas, a banda não era ruim, mas naquele dia cometeram vários deslizes =x
apos umas 2 musicas, elas encerraram, sairam do palco. Passado alguns minutos os técnicos começaram a repassar o som, levantamos e fomos ficar perto do palco.

Saindo de trás das cortinas, primeiro veio o guitarrista solo da banda, recebido por várias palmas e gritos, logo após veio o guitarrista base, baixista e o baterista, os primeiros acordes da musica começaram a soar... Eis que parecendo um trator descontrolado, vem pisando forte o vocalista: BLAZE BAYLEY. Parecendo que ia pular sobre todos nós, ele veio raivoso e cantando como nunca (bem melhor que na era Maiden diga-se de passagem).


A proximidade que ele ficou do público foi impressionante, ele encostava na galera, puxava; havia uma senhora lá, quando ele à viu, foi ate ela e à abraçou (ainda cantando)
Foi inesquecível o show, Blaze é um cara e tanto, fez graça em cima do palco, falou coisas sérias, e é claro, cantou de um jeito incrivel. Mas o que mais me surpreendeu foi a humildade, nao só dele mas de todos da banda, tanto é que após o show, ele não foi embora, nem ficou uns 10 minutinhos e depois foi, ficou lá ate todos irem embora, sim, todos... Atendeu aos fãs, tirou fotos com todos que queriam, deu autográfos, conversou, e como já dito, não só ele, todos da banda, isso foi o que eu achei mais impressionante, admito.
Ao termino do show, tirei fotos com os dois guitarristas (e quando perguntei, me disseram que ano que vem estão de volta) e é claro, com o grande Blaze, que por mais injustiçado que seja no mundo do metal, vem mostrando que tá com a corda toda, e cada vez melhor, trazendo um metal que hoje em dia é dificil de se ver.

(partezinha do show, filmada por mim)


Digo e repito foi inesquecível e espero poder ir ano que vem também.


(ignorem minha cara de nóia)




Entrevista do Blaze sobre a turne aqui no Brasil, vale a pena conferir.

8 comentários:

Henrique Miné disse...

não sabia desse lance de matar a aulaê.

Imagino a sua empolação apresentando o trabalho e imaginando o Blaze lá, haha.

Caralho, to ficando com lombriga de ir aano que veem! :B

Re disse...

hsauhsausha
q feiioo matando aula.. u.ú
nunca imaginei isso de vc ><


mas entao... e o show, foi magico mesmo? *-*

Ulisses disse...

mais mágico que o do teatro mágico *_*

Lidineide A. S. disse...

Ulisses, naum acredito que voce ia perder este show por causa da aula.
Eu naum pensaria duas vezes...mataria aula.
Voce hein... Sempre me surpreendendo, seu Caxias!
Quando o Legiao Hurbana veio em Maringa, se eu matasse aula iria reprovar em Contabilidade Bancaria, pois ja tinha atingido o limite semestral de faltas...adivinha... eu fui no show! E naum reprovei, pois minha media era boa (10,0), talvez por isso tenha abusado!
Naun perca o ano que vem!

Lidineide A. S. disse...

Ulisses, massa sua foto, com o Blaze em segundo plano.

Mayara Buss disse...

não acredito q vc não iria ao show por causa d uma trabalho da faculdade
seu velho.

como vc conversou com eles, ingles ou eles falam portugues?
[duvida besta =P]

toxiic s. ♥ disse...

aah estou achando que vou ter que matar aula para ir a um show também, pois é dia de semana e a noite rs



boa semana, beijo

Clariano disse...

Há, pensei que ja fosse seguidor do seu blog.
Enfim, curto qualquer tipo de show, o Henrique ja deve ter te falado isso. :b
E sei muito bem como é perder um show, pra ficar fazendo qualquer outra coisa, mais chata por sinal. haha!
Gostei do seu blog Ulisses *-*
Abraço :*